Informação

Informação
São Miguel/RN

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Agentes encontram quase 70 litros de cachaça artesanal no Presídio na PB

8ac8e9e2b420150813092212-620x349
Após indicação do Setor de Informações e Operações (Siop) do Presídio Raymundo Asfora, o Serrotão, em Campina Grande, agentes penitenciários conseguiram apreender quase 70 litros de cachaça artesanal. O produto estava no pátio, entre dois pavilhões.
Delmiro Nóbrega, diretor da unidade prisional, explicou que os profissionais do Siop e do Sistema de Monitoramento perceberam a movimentação e ao averiguar encontraram o material.
A cachaça, também conhecida como “Maria louca”, é feita por um processo de destilação. “Essa cachaça é feita através da mistura de vários alimentos e frutas, que fermentam depois de um processo lento. O material é fechado em um recipiente e enterrado, daí se obtém essa cachaça artesanal”, explicou o gestor da unidade.
Os detentos responsáveis pelo produto ainda não foram identificados e, quando isso ocorrer, eles sofrerão penalidade administrativa, já que esse tipo de material é proibido no presídio.
Mais apreensões – No período matinal, os agentes apreenderam dois quilos de maconha e 50 gramas de cocaína.
Tambaú247
Via: http://uirauna.net/