Informação

Informação
São Miguel/RN

terça-feira, 28 de julho de 2015

Gêmeas idênticas de Içara têm bebês no mesmo dia e viram atração do hospital

Jéssica e Joyce Lino, de 23 anos, deram à luz duas meninas com apenas três horas de diferença neste domingo, no Hospital São Donato



Com uma história cheia de coincidências, um par de gêmeas idênticas de Içara, no Sul de Santa Catarina, virou atração no Hospital São Donato ao dar à luz duas meninas, neste domingo. Jéssica e Joyce Lino, de 23 anos, tiveram seus bebês lado a lado, na mesma sala de parto, com apenas três horas de diferença.
Depois de quase nove horas de trabalho de parto e expectativa, nasceu Emanuelle, filha de Joyce, às 8h, com 47cm, pesando 2,7kg. Valentina, filha de Jéssica, nasceu às 11h, com 48 cm e 100g a mais do que a prima. Ambos os partos foram naturais, sem qualquer intervenção.
Renan Oliveira, Avaí
Foto: Lucas Lemos / Comunicação Hospital São Donato 


Com diferença de duas semanas no tempo de gestação, as gêmeas não esperavam ter os bebês no mesmo dia. Com a coincidência de entrarem em trabalho de parto juntas, elas combinaram tudo para estarem lado a lado quando os bebês chegassem e a família toda foi de caravana para o hospital.
— Trocamos mensagens pelo celular e chegamos juntas com toda a família no hospital às 23h de sábado. Minhas contrações estavam ainda pequenas. Recomendaram até que eu voltasse na madrugada, mas fiquei para acompanhar a minha irmã e tive o parto antes dela. Minha gestação tinha uma semana a mais, por isso não esperávamos que terminassem juntas — diz Joyce, que já tinha um filho de seis anos.
As irmãs contam que, durante a gestação, as barrigas tinham o mesmo tamanho, além de as jovens terem desejos e dores parecidos. 

— Além dos nossos aniversários, agora teremos o nascimento das filhas para também comemorar juntas. Acredito que nossas filhas serão tão unidas quanto nós somos — conta Jéssica, mãe de primeira viagem.
A avó dos bebês, Clenir Teodoro Lino Borges, ficou radiante com a surpresa dos nascimentos sincronizados e a chegada das netas no Dia da Avó.
— Não tem presente melhor do que este, acredito que avó é a segunda mãe. É uma sensação maravilhosa. Lembrou-me muito o dia em que tive elas — suspirou.

Fonte: diario catarinense