Informação

Informação
São Miguel/RN

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Ex-modelo de 32 anos luta contra doença rara que a impede de se alimentar direito


A ex-modelo Lisa Brown, de 32 anos, não tinha notado nada de errado com o próprio corpo até que começou a perder peso muito rapidamente chamando a atenção do marido, Patrick Brown, de 31 anos. Foi então que ela descobriu que tem uma doença rara, a síndrome da artéria mesentérica superior (SMA), que impede a absorção dos nutrientes pelo corpo, causando uma desnutrição.
Em entrevista à revista “People”, Lisa contou que pesava 63kg em maio de 2010, antes da doença. Agora, ela pesa 42kg e luta para viver. A ex-modelo disse que nunca tinha se preocupado com o peso, mas quando chegou aos 50kg e as roupas ficaram largas, isso gerou um sinal de alerta. “Nunca em minha vida adulta eu tinha tido esse peso. E a cada mês ficava pior”, contou para a revista.
Ela também vomitava a cada refeição, e não conseguia se mexer com tantas dores. Os médicos prescreveram remédios para refluxo, mas o tratamento não funcionou. Em dezembro de 2013, Lisa foi diagnosticada no Hospital Froedtert em Milwaukee, nos Estados Unidos, com SMA, o distúrbio do sistema digestivo raro em que parte do intestino delgado é comprimido, impedindo a comida de entrar. Até hoje, apenas 400 casos da doença foram diagnosticados. E, segundo Lisa, um em cada três pacientes diagnosticados com SMA morre da doença.




Ela passou por uma cirurgia em fevereiro de 2014, e chegou a voltar para casa após um longo período de internação. Mas sua saúde começou a piorar desde então. Em abril deste ano ela gravou um vídeo contando sua história, foi notícia em canais de TV locais. Já em maio, uma empresa local ofereceu para levá-la num voo fretado até uma Clínica Cleveland, em Ohio, também nos Estados Unidos. Lisa estava muito doente para pegar um voo comercial.
Nessa época, os vizinhos comentavam que ela deveria comer um hambúrguer, e perguntavam se ela estava se matando. Durante o tratamento na clínica ela descobriu uma nova doença, a gastroparesia e, por esse motivo, seu estômago também não funciona corretamente. Ela ficou em tratamento por três semanas, e voltará no próximo dia 13 para receber um novo tubo de alimentação. Os médicos ainda estudam qual o melhor tratamento para Lisa.
Apesar dos transtornos, a ex-modelo segue com esperanças. “Quando eu olho para o futuro, sei que nunca mais serei a mesma pessoa, mas eu me sinto bem com isso. Esta experiência humilha você. Eu não tenho nada como certo, mas estou em uma caminhada diária. E nunca vou desistir”, desabafou para a “People”.



Fonte: Extra