Informação

Informação
São Miguel/RN

terça-feira, 16 de junho de 2015

Morre aos 84 anos em São Paulo o empresário ‘Rei da Soja’ Olacyr de Moraes

Conhecido como "rei da soja", ele lutava contra um câncer no pâncreas



Morreu na madrugada desta terça-feira (16), em São Paulo, aos 84 anos, o empresário Olacyr de Moraes, conhecido no Brasil como o “rei da soja”.
Olacyr, que lutava desde o início de 2014 contra um câncer de pâncreas, chegou a ser o maior produtor mundial de soja. A morte foi informada na conta oficial do empresário no Facebook.
Na longa trajetória empresarial de Olacyr Francisco de Moraes, paulista de Itápolis, praticamente tudo foi superlativo. Na década de 1980, ele se tornou o maior produtor individual de soja do planeta. Também desenvolveu variedades de algodão, o ITA-90, que ajudaram a transformar o Brasil em exportador dessa commodity. Além disso, alcançou o status de líder no plantio de algodão e de milho no País. Fez o mesmo em relação ao açúcar e ao etanol, ao erguer, em Nova Olímpia (MT), a maior usina brasileira de cana-de-açúcar e etanol. Suas tacadas, muitas das quais ousadas demais para seu tempo, fizeram de Olacyr um dos primeiros brasileiros a acumular uma fortuna pessoal de US$ 1 bilhão.
No entanto, as reviravoltas da economia e algumas apostas erradas, como a tentativa de construir a Ferronorte, a ferrovia que liga o Centro-Oeste ao porto de Santos, causaram um verdadeiro estrago nas finanças do grupo Itamarati, a holding que comandava seus negócios. Em 2011, ele estimava seu patrimônio em cerca de “apenas” R$ 100 milhões.
Mesmo debilitado pela idade avançada, ele se recusava a sair de cena. Aos 80 anos, acordava às 6h, lia ao menos três publicações, entre jornais e revistas, e chegava ao escritório por volta das 8h, onde passava a manhã analisando relatórios e despachando com executivos. Almoçava em casa, nas imediações do escritório, e voltava ao trabalho para terminar a jornada diária. Quatro vezes por semana ele ia para “baladas”, sempre na companhia de belas mulheres. “A vida é curta e me recuso a ficar em casa como um velho recluso”, dizia o ex-rei da soja, do algodão, do milho e da cana. “Gosto da companhia de gente jovem e bonita.”
Confira a nota oficial sobre a morte de Olacyr:
“É com profunda tristeza que comunicamos o falecimento do empresário Olacyr de Moraes, 84 anos, na manhã desta terça-feira, 16 de Junho de 2015, às 3:40 horas da manhã na cidade de São Paulo. Olacyr lutou bravamente contra um câncer de pâncreas descoberto no início de 2014 mas acabou sucumbindo à doença.
Olacyr de Moraes foi um dos maiores empreendedores do Brasil, desbravador e visionário, apostou no potencial agrícola do centro-oeste brasileiro investindo na pesquisa e produção de grãos e algodão em uma época em que poucos acreditavam que o solo dessa região fosse receptivo à essas culturas. O resultado de seu empenho fez com que ele ganhasse o apelido de ‘O Rei da Soja’ por se tornar o maior produtor mundial desse grão no mundo e ajudando a elevar o Brasil à posição de um dos maiores produtores agrícolas do planeta. Durante sua carreira chegou a ter mais de 40 empresas nos setores de construção civil, agrícola e exploração de minérios.
Todos sentiremos muitas saudades.”