Informação

Informação
São Miguel/RN

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Professores de Dr Severiano deflagram greve contra “pacote de maldades”



Professores do município de Doutor Severiano, Alto Oeste do estado, iniciam greve geral nesta sexta-feira, 30, contra o que qualificam como um “pacote de maldades” que estaria sendo aplicado pela prefeitura local com prejuízo a direitos adquiridos por servidores que atuam na área da educação.

A greve anunciada por tempo indeterminado foi amadurecida no decorrer da semana e teve como estopim o Projeto de Lei no. 016/2017 que estaria prestes a ser aprovado, e estabelece uma série de mudanças na rotina de trabalho e direitos trabalhistas.

Em meio as insatisfações da categoria, encontra-se a aplicação da jornada de trabalho de 30 horas semanais, a alteração dos coeficientes correspondentes aos ativos de carreira, a redução de 5% para 3% da variação percentual entre as classes de carreira.

Os professores reclamam ainda da redução no período de férias dos professores, a extinção do quinquênio, além da livre nomeação e exoneração para o exercício das funções de suporte pedagógico das unidades escolares partindo do executivo.

No decorrer da semana os professores emitiram uma nota de repúdio voltada para a sociedade local onde apontam os pontos de impasse com o executivo.

Na nota, é destacado que os professores não concordam com as medidas adotadas pela prefeitura local, e que o executivo não reconhece a atuação do Sindicato dos Servidores Municipais de Doutor Severiano e Encanto, entidade que representa os servidores públicos municipais, o que estaria prejudicando a abertura de diálogo para a discussão das medidas consideradas arbitrárias.

Com a greve, os alunos da cidade serrana ficam sem aula por tempo indeterminado. Segundo representantes dos servidores, caso a prefeitura não abra diálogo com os professores, a greve poderá ser estendida a outros segmentos funcionais do município.

Márcio Costa
O Mossoroense


Via:saomiguelemalta