Informação

Informação
São Miguel/RN

sábado, 17 de junho de 2017

Chefe é preso por planejar assassinato de funcionária que fez avaliação ruim sobre ele/VÍDEO

Fernando Silva dos Anjos foi preso por contratar homens para matar Tatiana Soares da Silva por achar que ela assumiria sua vaga de emprego


Agentes da 30° DP (Marechal Hermes) prenderam, na manhã desta sexta-feira, um homem acusado de planejar a morte da mulher que assumiria a vaga de trabalho dele. Segundo informações da 30° DP, ele descobriu que seria demitido e pagou R$ 1 mil para dois traficantes da Vila Kennedy, em Bangu, Zona Oeste do Rio, matarem a mulher que ele acreditava que iria assumir o seu cargo. O crime aconteceu no dia 5 de maio.
Fernando Silva dos Anjos, de 35 anos, é formado em Administração e era chefe de recursos humanos da Rede Construir, lojas de materiais de construção. Ele recebeu uma avaliação interna ruim feita por Tatiana Soares da Silva, de 33 anos, uma de suas funcionárias. Devido ao resultado insatisfatório, a empresa decidiu abrir um processo seletivo para a vaga de Fernando. Segundo parentes da vítima, ele acreditava que Tatiana ia concorrer à vaga por ter feito a avaliação.
De acordo com as investigações da 30° DP, os traficantes sabiam o caminho que Tatiana fazia saindo do trabalho e seguiram-na. Os suspeitos pegaram a mesma van que Tatiana e foram atrás dela até o portão de sua casa, onde ela foi rendida.

A mãe e a irmã de Tatiana, que estavam em casa no momento do crime, também foram rendidas e colocadas em outro cômodo pelos criminosos. Eles deram três tiros em Tatiana, no peito e na barriga, levaram os celulares de todas na casa e voltaram de trem para a Vila Kennedy. Foi através do rastreamento dos celulares que os policiais conseguiram chegar aos suspeitos.
— A Tatiana foi seguida até em casa e rendida no portão. Amordaçaram a mãe e a irmã dela e pediram travesseiro e lençol. A mãe da Tatiana ficou desesperada na hora, mas não achava que a filha ia morrer. Ela pensou que era uma tentavia de estupro, ou assalto — disse um parente da vítima que pediu para não se identificar.
Ainda segundo parentes de Tatiana, ela foi encaminhada para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde ficou internada por 15 dias, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Fernando foi preso, nesta sexta-feira, dentro da Rede Construir, na Pavuna, onde os dois trabalhavam juntos. Leonardo dos Santos Souza Severino, um dos assassinos, foi preso, na última quarta-feira, numa operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) na Villa Keneddy. Foi ele que entregou Fernando como mandantes do crime. Denilson Piumbini de Oliveira, o outro assassino, foi morto durante uma operação da Polícia Militar na Vila Kennedy, no começo do mês.

Denilson Piumbini de Oliveira, um dos executores, foi morto durante uma operação da Polícia Militar na Vila Kennedy, no começo do mês

Leonardo dos Santos Souza Severino, um dos executores de Tatiana

Fonte: extra.globo