Informação

Informação
São Miguel/RN

terça-feira, 21 de julho de 2015

Malhar em jejum ajuda a emagrecer?



Uma grande amiga me contou dia desses que inventou de malhar em jejum. Infelizmente, não vou poder dividir com vocês o nome dela, se não, ela me esgana. Bom, ela me disse que logo quando acorda, coloca sua roupinha de ginástica e vai diretamente para a academia andar meia hora na esteira.
É isso mesmo gente! A minha amiga faz meia hora de aeróbio sem comer ou beber sequer uma gota de líquido antes. Segundo ela, a orientação foi de sua personal trainer, que garantiu que esse método é utilizado por esportistas para perder peso rapidamente. Parece que a pessoa elimina 3 vezes mais calorias do quem come antes de malhar.
Quando eu soube disso, achei um absurdo, mas, para ter certeza que eu estava certa, conversei com o ortopedista e médico do esporte da Clínica Vivere Sanus Tomas Mosaner de Souza Moraes.
Segundo ele, “teoricamente” treinar em jejum aumenta a capacidade do organismo em utilizar as reservas de energia por meio da quebra das moléculas de gordura. Mas há muitos estudos sobre este assunto e não existe um consenso nos resultados. O problema é que “cada pessoa responderá de uma maneira distinta ao exercício em jejum”.
— Algumas podem se sentir cansadas, com tontura e fraqueza, portanto, o treino nessa condição passa a não ser uma boa opção.
Minha querida amiga ainda garantiu que percebe a perda de peso, pois fica com a roupa "encharcada de suor". O dr. Mosaner explica que “o suor é na verdade perda de água e não de gordura, é uma termorregulação”.
— Isso ocorre porque os músculos aquecem e o corpo trabalha para se resfriar. Portanto, não está relacionado à perda de gordura. Você pode até notar uma perda de peso, mas relacionada à perda de água, que em excesso pode ser perigoso e até levar a uma desidratação.
Se você quer mesmo emagrecer, busque ajuda de um especialista, controlar a alimentação e realizar atividade física. Boa sorte!
(Por: Vanessa Sulina)

Via: R7